Nota Comercial:
Conheça o novo instrumento para os Fundos

Diversos fundos de investimento já estão substituindo CCBs numa estratégia assertiva.

A Nota Comercial é um título de crédito regulamentado pela Lei no 14.195/2021, ISENTO de IOF, mais eficiente e menos burocrático para captação de recursos.
 QUEM PODE EMITIR?
As sociedades anônimas, sociedades limitadas e as sociedades cooperativas estão autorizadas a emitir a Nota Comercial.
 
PRINCIPAIS BENEFÍCIOS
  • Alíquota em 0% de IOF de Crédito;
  • Distribuição privada ou pública;
  • Simples e moderno, sem cartório;
  • Títulos executivo extrajudicial;
  • Conversão em participação em quotas de empresas limitadas.
 
 
VANTAGENS DA NOTA COMERCIAL COMPARADA A OUTROS INSTRUMENTOS
  • Aceito como garantia para as novas Linhas Financeiras de Liquidez (Resolução nº 110 de julho de 2021 do Banco Central do Brasil), para bancos;
  • Constituição, a alteração e a desconstituição de ônus e gravames;
  • Lastro de operações compromissadas;
  • Possibilidade de negociação em mercado secundário de balcão não organizado;
  • Servem de lastro para CRA, CRI e CR;
  • Títulos de renda fixa, podendo compor carteiras de fundos de investimento.
DIFERENCIAIS DA EMISSÃO DA NOTA COMERCIAL PELA LAQUS
  • Cálculo de indexador e correção monetária sem restrição;
  • Controle e cálculo do saldo devedor e PU (Accrual e MTM), além da comunicação de valores a serem pagos;
  • Depósito e não apenas registro, independente da distribuição ser privada ou pública;
  • Disponibilização de Integrações por APIs ou conforme a necessidade do cliente;
  • Fluxos de Juros e Amortização sem restrição;
  • Possibilidade de Resgate Antecipado, Oferta de recompra/aquisição e amortização extraordinária.
Para saber mais detalhes, clique no botão abaixo. O nosso consultor entrará em contato o mais breve possível.

Mas quem é a Laqus?

A Laqus é a líder em emissões de notas comerciais privadas, somando R$ 1,8 bilhão em nossa central depositária.


Nós somos uma fintech que facilita o acesso ao mercado de capitais para empresas e primeira Depositária Central de Valores Mobiliários a concorrer com a B3.

Laqus na mídia

Mais agilidade e transparência nas emissões de dívidas
no mercado de capitais