Controle contábil: o que significa, como funciona e como fazer?

Uma boa organização financeira é um pilar da operação de uma empresa. Afinal, é a partir da gestão eficiente dos recursos que ela consegue crescer de maneira sustentável. Nesse sentido, o controle contábil é um dos elementos mais importantes na rotina corporativa.

Contudo, mesmo sendo uma tarefa relevante para a operação das empresas, colocá-la em prática costuma ser um processo desafiador. Isso porque existem diversos aspectos que precisam ser levados em consideração para estruturar o controle de maneira eficaz.

Você sabe o que é o controle contábil e como fazê-lo? Neste artigo, você entenderá o que significa essa prática, como ela funciona e como executá-la de forma estratégica.

Aproveite a leitura!

O que é e como funciona o controle contábil?

A contabilidade é um aspecto fundamental na organização financeira de qualquer negócio. Ela assume um papel importante fazendo o registro, organização e demonstração das movimentações de recursos que a companhia realiza ao longo de determinado período.

Com isso, é possível manter um maior controle sobre os números da organização e garantir que a operação continue de acordo com as normas fiscais. Ou seja, a contabilidade contribui para a saúde financeira e para a longevidade da empresa.

Assim, o controle contábil consiste na forma como os gestores organizam o trabalho da contabilidade no setor financeiro. Desse modo, ele permite que os profissionais tenham uma imagem clara das operações da empresa e possam basear suas decisões nelas.

Uma das funções do controle contábil é monitorar todos os números da empresa com o objetivo de minimizar a existência de incongruências. Ademais, a partir da identificação de imprecisões, será possível agir com rapidez.

Para que ele serve?

Agora que você sabe mais sobre o controle contábil, é pertinente entender para que ele serve. Dessa forma, será mais fácil visualizar a importância de aplicá-lo no cotidiano da empresa.

Entenda!

Organizar as finanças

Como você viu, o setor financeiro é um ponto de muita atenção para empresas que buscam alcançar o próximo patamar de crescimento de forma sustentável. Afinal, a boa gestão e as tomadas de decisão nesse campo facilitam a definição de planos de ação.

Nesse sentido, o controle contábil desempenha uma função positiva para a performance do setor financeiro da empresa. Isso acontece porque ele permite manter o registro das movimentações da companhia ao longo de determinado período.

Assim, a ferramenta facilita a organização financeira da empresa. Portanto, a partir do controle contábil os gestores podem ter uma percepção mais concreta acerca da saúde do negócio e entender os resultados que o planejamento atual foi capaz de atingir.

Controlar os números

Além de facilitar a organização financeira, o controle contábil é uma ferramenta de monitoramento dos números. Com ele, é possível ter um acompanhamento mais próximo de todas as movimentações que a empresa conduz.

Para entender melhor, vale considerar o exemplo do fluxo de caixa de médias e grandes empresas. Ele é um instrumento central para a administração da saúde financeira da companhia. Afinal, comanda a entrada e saída da capital — que acontece em maiores volumes.

Por meio do controle contábil, é possível adotar estratégias mais eficientes de gestão do fluxo de caixa, otimizando o processo. Também é possível emitir documentos como os demonstrativos de fluxo de caixa (DFC). Além de obrigatórios em certos cenários, eles contribuem para a rotina da empresa.

Antecipar cenários de risco

Com apoio na gestão de números e organização financeira, o controle contábil colabora para antecipar cenários de riscos para a empresa. Essa oportunidade existe porque ele possibilita monitorar as movimentações da instituição de forma regular.

À vista disso, é comum que o controle contábil adote diversos indicadores financeiros para a sua operação. Eles permitem que os profissionais tenham uma base mais sólida para analisar as operações de entrada e saída do caixa da empresa.

Com isso, a prática viabiliza a rápida visualização de cenários de risco — que podem vir tanto de erros da gestão quanto de situações externas à empresa. Logo, o controle pode trazer mais segurança e equilíbrio para a operação da organização.

Facilitar a tomada de decisão

O controle também é um mecanismo que facilita a tomada de decisão. A partir do acesso a números atualizados e em tempo real, os gestores podem usar essas informações para fazer ajustes no planejamento da empresa.

Com um entendimento mais claro das movimentações, eles poderão entender os reflexos que a estratégia atual trouxe para a operação — bem como o que funcionou e o que deu errado. Assim, a empresa pode se tornar mais eficiente.

Quais as principais características de um bom controle contábil?

Como você entendeu, o controle contábil pode trazer diversos pontos positivos para a operação da empresa. Nesse sentido, a agilidade é uma de suas principais características. Isso porque é preciso monitorar os números e apresentar um diagnóstico rápido para a tomada de decisão.

Outro aspecto relevante sobre o controle contábil está na eficiência. Afinal, as informações que ele demonstra devem ser condizentes com a realidade da empresa. Dessa forma, automatizar tarefas no setor financeiro pode ser vantajoso para minimizar as chances de erros durante esse trabalho.

A transparência também está entre suas principais características. Por isso, é preciso que a definição de métricas seja feita com base em critérios objetivos. Assim, será mais prático usufruir dos pontos positivos da ferramenta de controle contábil.

Como fazer um controle adequado na empresa?

Agora que você conheceu as principais características do controle contábil na empresa, é importante saber como fazê-lo adequadamente. Para tanto, uma das etapas mais relevantes é a definição das métricas de análise.

Como vimos, será por meio delas que os gestores farão avaliações mais eficazes sobre os números para fundamentar as decisões que serão tomadas. Junto das métricas, é interessante estabelecer uma frequência para a produção dos relatórios contábeis.

Além disso, é pertinente contar com o suporte da tecnologia. A partir do uso de softwares especializados, você poderá automatizar muitas das tarefas do controle contábil e gerar mais produtividade para a empresa.

Agora você sabe que o controle contábil é um instrumento importante para a gestão financeira de organizações. Portanto, depois de entender mais sobre o funcionamento dele, não deixe de encontrar formas de aplicá-lo junto à sua equipe!

Quer conhecer mais sobre softwares de gestão? Entenda as vantagens de usar um BPO financeiro!